Saiba quem pode solicitar o saque do valor referente ao programa Pé-de-Meia

O Programa Pé-de-Meia, a Poupança do Ensino Médio, foi lançado pelo Governo Federal com intuito de fomentar através de um incentivo financeiro os jovens na conclusão do ensino médio. O Programa Pé-de-Meia é uma iniciativa que visa combinar incentivos financeiros e educacionais, através de uma modalidade de poupança, com o propósito de apoiar a permanência e a conclusão dos estudos de estudantes matriculados no ensino médio público.

Como vai funcionar o Programa Pé-de-Meia?

Por meio do Pé-de-Meia, os participantes recebem um incentivo mensal de R$ 200, que podem ser sacados a qualquer momento, além de depósitos anuais de R$ 1.000 ao final de cada ano letivo concluído. Estes valores são depositados em uma conta-poupança, e só podem ser retirados após a conclusão do ensino médio. Adicionalmente, os estudantes recebem um bônus de R$ 200 pela participação no Enem. Considerando as dez parcelas de incentivo, os depósitos anuais e o bônus pelo Enem, os participantes podem acumular até R$ 9.200 em sua conta.

Veja o gráfico detalhado disponibilizado pelo Governo Federal:

Gráfico detalhado disponibilizado pelo Governo Federal - Pé-de-Meia

Através dessa abordagem financeira-educacional, o Programa Pé-de-Meia não só oferece suporte aos estudantes durante sua jornada educacional, mas também os capacita para um futuro mais próspero. Investindo na permanência e conclusão dos estudos, o programa contribui para a construção de uma sociedade mais igualitária, onde o acesso à educação é um catalisador de oportunidades e crescimento pessoal.

Requisitos para o aluno participar do Programa Pé-de-Meia

O Programa é destinado a estudantes de baixa renda matriculados no ensino médio da rede pública de ensino, com os seguintes critérios:

  • Tenham o mínimo 80% de frequência escolar;
  • Conclusão do ano letivo com aprovação;
  • Participação em exames obrigatórios;
  • Idade entre 14 e 24 anos;
  • Sejam de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Não precisa se inscrever

Não há necessidade de inscrição, e os estudantes matriculados até abril de 2024, em uma escola pública de ensino médio, e que faça parte de uma família beneficiária do Programa Bolsa Família. A própria Caixa Econômica irá abrir uma Conta Digital em nome do estudante selecionado, e em caso de menores de idade, os pais devem autorizar a movimentação pelo App CAIXA Tem. O valor estará condicionado ao cumprimento dos requisitos: matrícula, frequência, aprovação nos anos letivos e participação no Enem.

Com foco na retenção dos alunos na escola, o programa busca democratizar o acesso à educação e reduzir as disparidades sociais entre os jovens do ensino médio, promovendo assim maior inclusão social e estimulando a mobilidade ascendente.

IMPORTANTE: Não se inscrever em nenhuma site ou forneça informações pessoais com promessas de inscrição no Programa Pé-de-Meia. Para mais informações, entre em contato direto com a Caixa ou ligue para o Ministério da Educação pelo telefone 0800 616161.

FAQ: Programa Pé-de-Meia

1. Quem pode participar do Programa Pé-de-Meia? Estudantes de baixa renda matriculados no ensino médio da rede pública, com frequência escolar mínima de 80%, aprovação no ano letivo, participação em exames obrigatórios, idade entre 14 e 24 anos, e inscritos no CadÚnico.

2. Qual o valor do incentivo financeiro? Os participantes recebem um incentivo mensal de R$ 200 e depósitos anuais de R$ 1.000 ao final de cada ano letivo concluído. Além disso, recebem um bônus de R$ 200 pela participação no Enem.

3. Como é feita a inscrição no programa? Não é necessário se inscrever. Os estudantes que atendem aos critérios e estão matriculados até abril de 2024 em uma escola pública de ensino médio, que façam parte de uma família beneficiária do Programa Bolsa Família, serão automaticamente incluídos.

4. Quando e como posso sacar o dinheiro acumulado? Os valores podem ser sacados a qualquer momento. A conta-poupança será aberta pela Caixa Econômica, e no caso de menores de idade, os pais devem autorizar a movimentação pelo App CAIXA Tem.

5. O que acontece se não cumprir os requisitos do programa? O não cumprimento dos requisitos, como frequência escolar mínima e aprovação no ano letivo, pode resultar na perda dos benefícios financeiros.