close

Nota mínima na redação do Enem para solicitar o Fies passa a ser de 400 pontos

Com o início do ano, chegam também os períodos de inscrições em programas de acesso ao ensino superior, e um deles é o Financiamento Estudantil, Fies, que passa a exigir nota mínima na redação do Enem de 400 pontos. Essa mudança foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), em sua edição de 27 de dezembro de 2019, e a nova regra passa a valer a partir desse ano de 2020.

O Comitê Gestor do Fies divulgou algumas alterações no programa, e uma dessas mudanças está relacionada a nota da redação que, antes não havia exigência mínima, exceto que fosse diferente de zero (0), assim como para outros programas do governo como Sisu e ProUni. Segundo divulgação do Ministério da Educação, a mudança foi necessária para garantir “a meritocracia como base para formar profissionais ainda mais qualificados”.

Número menor de vagas para 2021

Segundo ainda o MEC, há uma projeção de diminuição no número de vagas ofertadas pelo Fies a partir do ano que vem, passando de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022, caso a economia siga a tendência de análise.

Além disso, há também a mudança que já havia sido implantada no ano passado, o P-Fies, que flexibiliza ainda mais as condições de negociação e a entrada de bancos privados.

Atrasos e inadimplências

Outra reclamação e motivos das principais mudanças ocorridas nos último anos está a inadimplência por parte dos estudantes, que representa um grande gargalo no programa.

Quem pode se inscrever no Fies?

  • Quem fez Enem a partir de 2010, tenha nota igual ou maior que 450 nas cinco provas, e que tenha tirado um mínimo de 400 na redação;
  • Quem tem renda familiar mensal per capita de até 3 salários mínimos, para o financiamento do Fies;
  • E entre três e cinco salários mínimos, para o P-Fies.

Principais mudanças para o Fies 2020 no segundo semestre

  • Ausência de limitação de renda do P-Fies (atualmente, só pode participar quem possui renda familiar de até cinco salários mínimos);
  • não exigência de participação no Enem para poder adquirir o financiamento, no caso do P-Fies;
  • o estudante poderá solicitar o P-Fies em qualquer época do ano;
  • independência em relação aos processos do Fies.

Estas últimas mudanças devem ocorrer somente no segundo semestre de 2020, o que ainda será confirmado e oficializado pelo Ministério da Educação.

Tags : FiesInscriçãoNota MínimaP-Fies
Márcia Rabelo

Autor (a) Márcia Rabelo

Graduando em Administração de Empresas pela Universidade Nove de Julho, produtora/editora de textos e artigos para os sites vocênoenem, vocênoencceja, Clube DETRAN e i50, além de gerente de vendas no Grupo Barukar E-commerce.

guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Exibir todos os comentários