close

Entenda como será feita a inscrição para o Enem Digital 2020

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep, lançou um projeto piloto para o Exame Nacional do Ensino Médio já a partir de 2020. Serão duas versões do Enem, a tradicional, com provas físicas e de forma manual e o Enem Digital 2020, onde as provas serão aplicadas pelo computador. Entenda como será feita a inscrição para o Enem Digital 2020.

O Ministério da Educação, juntamente com o Inep, que é a autarquia responsável pela elaboração do Enem, pretende mudar o sistema de aplicação do exame até o ano de 2026, tornando-o totalmente digital. E para dar início ao projeto, em 2020 serão 50 mil candidatos que poderão escolher essa forma de provas já no ato da inscrição.

Como será feita a inscrição para o Enem Digital 2020?

Para a inscrição, nada muda. O procedimento será o mesmo do Enem tradicional, com a inscrição feita da seguinte forma:

  • Acesse o site enem.inep.gov.br/participante;
  • Digite o CPF;
  • Digite a data de nascimento;
  • Preencha a ficha com os seus dados pessoais, como número da identidade e endereço;
  • Crie uma senha de acesso.

O Enem Digital será aplicado em 15 capitais do país, totalizando 50 mil vagas, onde o candidato poderá escolher no momento da inscrição. As capitais onde haverá o Enem Digital são: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP).

O pagamento da taxa de inscrição também será igual ao Enem tradicional. Aqueles que não são isentos terão que pagar o valor da taxa, que deve ser igual ao valor do ano passado, em torno de R$ 85. Após a inscrição, o candidato deverá imprimir a GRU, Guia de Recolhimento da União, e efetuar o pagamento até a data de vencimento que consta no documento. Caso o pagamento não seja feito dentro do prazo descrito, a inscrição será automaticamente cancelada.

 Investimento inicial para o projeto do Enem Digital

Além da economia com matéria-prima, o governo estima também a redução em consumo de insumos ambientais, com a eliminação do papel para as provas. Inicialmente, para 2020, serão investidos 20 milhões, mas o projeto do governo é alterar todo o Enem para a forma digital até o ano de 2026.

Tags : EnemEnem DigitalInscrições EnemProvas Enem
Márcia Rabelo

Autor (a) Márcia Rabelo

Graduando em Administração de Empresas pela Universidade Nove de Julho, produtora/editora de textos e artigos para os sites vocênoenem, vocênoencceja, Clube DETRAN e i50, além de gerente de vendas no Grupo Barukar E-commerce.

0 0 voto
Avaliação
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Exibir todos os comentários