close

Enem tem mais de 6,7 milhões de inscritos neste ano

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano recebeu 6.774.891 inscrições e tem 5.513.662 (81,3%) participantes confirmados. Os dados foram apresentados pelo Ministério da Educação em coletiva de imprensa nesta terça-feira (29). As provas serão nos dias 4 e 11 de novembro.

Esta é a primeira edição das provas em que o pedido de isenção da taxa foi anterior à inscrição. Também em 2018 os participantes que estavam isentos e faltaram em 2017 tiveram que justificar a ausência para obter novamente a gratuidade.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em 2018, 3.521.181 participantes, 63,8% do total de inscritos, foram beneficiados com a isenção da taxa de inscrição por se enquadrarem em critérios que garantem a gratuidade.

Novidades do Enem 2018:

  • Mais mulheres: 59,1% dos inscritos confirmados são do sexo feminino e 40,9%, do masculino;
  • Os participantes com idade entre 21 e 30 anos representam 33,8% do total;
  • 58,6% já concluíram o Ensino Médio;
  • Sudeste concentrou a maioria das inscrições, com 37%;
  • Concluintes do Ensino Médio em escola da rede pública representam 19,2% do total de isentos;
  • O atendimento especializado teve 35.335 solicitações, de 29.926 participantes diferentes, sendo a maioria para deficiência auditiva (11.252);
  • Atendimentos específicos tiveram 15.084 solicitações, de 11.790 participantes diferentes, sendo a maioria para outras condições específicas (7.273) e lactantes (2.360).

Saiba como usar sua nota do Enem 2018

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma porta para que os jovens consigam entrar na universidade. A maioria dos candidatos está na 3ª série do Ensino Médio, mas os treineiros também precisam aproveitar a oportunidade para que adquiram mais experiência e afinidade com a avaliação. Com a nota do Enem 2018, os candidatos têm a oportunidade de ingressar na universidade particular com bolsas de estudos e também em renomadas universidades públicas.

Um exemplo de quem vai fazer o Enem para treinar seus conhecimentos é a estudante Larissa Lohana do Carmo, que está na 2ª série. A aluna da escola estadual Ibrahin Nobre acredita que, embora o ensino que tem na unidade seja bom, estar preparado é importante. “Você sempre tem que estudar mais, não é só ir para a escola, tem que ter maior dedicação”, entende.

Mariana Gonçalves dos Santos, de 17 anos, e que curso a 3ª série na EE Sebastião de Oliveira Rocha, se inscreveu no Iped (Instituto Politécnico de Ensino a Distância) a fim de se preparar melhor para o Enem. “Eu acho que é uma plataforma completa e muito bem organizada. Com as aulas separadas a gente vai fazendo tudo por etapa”, conclui.

Veja quais programas utilizam a pontuação para o ingresso em universidades:

ProUni: o Programa Universidade para Todos oferece bolsas de estudo parciais e integrais em instituições privadas de ensino e seleciona candidatos de acordo com o desempenho no exame, desde que o candidato alcance a nota mínima de 450 pontos na média da prova. O processo seletivo estará aberto de 6 a 9 de fevereiro.

FIES: o fundo de financiamento estudantil oferece financiamento total e parcial em instituições particulares e também utiliza a nota do exame como um dos critérios de seleção.  Para participar, os candidatos devem ter obtido pelo menos 450 pontos na média do Enem e não zeraram a redação. O processo de seleção estará aberto entre 9 e 23 de fevereiro.

Sisu: principal ferramenta de seleção nas universidades federais, o Sisu encerrou as inscrições em 26 de janeiro. Os candidatos que foram selecionados devem verificar, junto à instituição em que foram aprovados, as informações de local, horário e os documentos necessários para efetivar a matrícula até 7 de fevereiro.

Tags : Enem
Redação

Autor (a) Redação

Aqui no vocênoenem você encontrará respostas para as dúvidas mais frequentes dos candidatos sobre o ENEM, ficando por dentro de todos os detalhes.

guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Exibir todos os comentários