close

Confira aqui o cronograma completo do Fies 2017

Para participar do Fies 2017 o estudante faz a inscrição no programa pelo site oficial do Fies. Se cumprir os requisitos e for aprovado o candidato assina um contrato de financiamento na Caixa Econômica ou Banco do Brasil.

O financiamento oferecido pelo programa é bastante atrativo, pois oferece uma taxa de juros de 6,5% ao ano – muito abaixo dos financiamentos comuns. O valor financiado depende da renda do aluno. O percentual varia entre 50%, 75% ou 100% do valor da mensalidade.

Ao longo de todo curso o Fies ficará responsável pelo pagamento das mensalidades, efetuando pagamentos diretamente para a faculdade. Em contrapartida o aluno terá que pagar apenas o valor correspondente aos juros do empréstimo. Esse valor será de no máximo R$150 a cada três meses.


Após a formatura o aluno continua pagando esses juros durante um ano e meio. Esse é o período definido para que o aluno consiga um emprego e independência financeira. Somente após esse tempo o beneficiário começa a pagar a sua dívida, que pode ser dividida em um período de até três vezes a duração do curso acrescido de um ano.


Principais datas do Fies 2017

O Fies 2017 é composto basicamente de quatro etapas: a seleção, o período de inscrição para quem foi convocado em chamada única, a divulgação dos nomes em lista de espera e a inscrição para quem conseguir o financiamento nesta última modalidade.

Para acompanhar direitinho o andamento do processo seletivo, você precisa ficar ligado nas datas de cada uma dessas etapas.


Processo seletivo: 7 a 10 de fevereiro

O processo seletivo do Fies 2017 abre no dia 7 de fevereiro, terça-feira, e já encerra na sexta-feira, dia 10. O candidato tem apenas quatro dias para se inscrever e escolher o curso desejado.


Divulgação dos resultados: 13 de fevereiro


O resultado do Fies 2017 sai na segunda-feira logo após o encerramento das inscrições. Nesse dia serão conhecidos os nomes do aprovados em primeira chamada e os daqueles que ficaram em lista de espera.

Segunda etapa de inscrição: 14 a 20 de fevereiro

Quem for aprovado na chamada única terá que se preparar para a segunda etapa de inscrição do Fies 2017. Dos dias 14 a 20 de fevereiro o candidato terá que acessar o e informar todos os dados necessários para dar continuidade ao processo de obtenção do financiamento.



Depois desta etapa, o candidato ainda terá um prazo para:

-Apresentar a documentação necessária à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da faculdade escolhida.

-Comparecer a um agente financeiro do Fies para fazer a contratação do financiamento.


Lista de espera: 14 de fevereiro a 03 de março


Quem ficar em lista de espera também precisa estar ligado no cronograma. Os nomes começam a ser chamados a partir do dia 14 de fevereiro (um dia depois da divulgação dos resultados) e até o dia 3 de março os candidatos ainda podem conseguir vaga.

Mas aqui não basta apenas cruzar os dedos e torcer. Assim que seu nome em lista de espera for chamado, o candidato terá um prazo de apenas cinco dias corridos (veja bem: não são cinco dias úteis!) para dar prosseguimento ao processo de inscrição.


A recomendação para quem ficar em lista é: acesse o sistema todos os dias! Se o seu nome aparecer entre os convocados, você terá que correr com a inscrição no SisFIES, na CPSA e no agente financeiro.

Quem perder a data cede o financiamento para o próximo candidato da fila.




Tags : Fies
Redação

Autor (a) Redação


Aqui no vocênoenem você encontrará respostas para as dúvidas mais frequentes dos candidatos sobre o ENEM, ficando por dentro de todos os detalhes.



2
Deixe seu Comentário

avatar
2 Comentar tópicos
0 Respostas do tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
2 Autores de comentários
Regilene.Daniela garcia Autores recentes de comentários
mais novo mais velho mais votado
Regilene.
Visitante
Regilene.

E muito inportante esse iniciativa do governo. Dando mas opotunidade para os jovem. Do brasil todo. Assim. Facilitando. O sonho de muito

Daniela garcia
Visitante
Daniela garcia

Seria muito bom se o fies tivesse como base a condição financeira de cada aluno, minha filha passou pra direito já está matrículada e não sei como vou pagar e o número de vagas é muito pouco.