Como estudar melhor para o Enem? Confira dicas!

Saiba como estudar melhor para o Enem com 5 dicas fundamentais! Confira também 3 dicas para fazer um cronograma de estudos para o Enem.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a principal porta de entrada para o Ensino Superior no Brasil. A prova com 180 questões, aplicada em dois domingos consecutivos, acontecerá nos dias 13 e 20 de novembro neste ano. 

Para se preparar, os alunos do Ensino Médio costumam montar cronogramas de estudos e assistir a aulas extras. No entanto, é comum surgir a dúvida: como estudar melhor para o Enem? Confira a seguir dicas para fazer um cronograma de estudos para o exame e melhorar os seus estudos.

Como fazer um cronograma de estudos para o Enem? Passo a passo!

Um cronograma de estudos nada mais é do que um mapa a ser seguido pelos estudantes para chegar a um objetivo específico. Dessa maneira, ao fazer um cronograma de estudos para o Enem, é preciso levar em conta as características particulares desse vestibular.

Abaixo, preparamos um passo a passo para te ajudar nesse processo. Dê uma olhada em cada etapa!

1. Tenha o Edital em mãos

O Edital do Enem costuma ser liberado em abril. Para fazer um cronograma de estudos que realmente faça sentido, é importante consultar esse documento e verificar a data de aplicação das provas. Assim, você saberá o tempo que tem para estudar e poderá organizar melhor as disciplinas.

Isso não significa, porém, que você só pode começar a estudar quando o edital sair. Mantenha em mente que a prova costuma acontecer em novembro e organize-se com base nessa projeção.

2. Entenda quais são as suas prioridades

Ao montar o seu cronograma de estudos para o Enem, leve em consideração:

  • A área de estudos na qual você deseja ingressar, e quais matérias são mais relevantes para ela;
  • As disciplinas em que você tem mais dificuldade.

Isso porque as diferentes áreas da prova do Enem também têm pesos diferentes na nota final. Assim, se você quer cursar a faculdade de Engenharia, é muito importante tirar notas altas em Matemática e em Ciências da Natureza, porque esses valores terão um peso maior na sua nota final.

3. Organize quais matérias estudar, e quando

Depois de ter em mente quais disciplinas são mais importantes e quais são os seus pontos fracos, monte um cronograma que leve em consideração esses fatores. Ou seja: dedique um tempo extra a exercícios e revisões de conteúdos com maior peso, e separe pelo menos um dia da semana para focar só nos conteúdos que você considera mais difíceis de aprender.

Lembre-se também de fazer resumos e consultá-los. Dessa maneira, o seu cronograma vai contemplar todas as matérias, dando a ênfase necessária ao que deve ser o seu “ponto forte” no dia da prova.

4. Não se esqueça do tempo livre

Quando falamos de provas muito importantes, como é o caso do Enem, com frequência acreditamos que o tempo livre deverá ser deixado de lado. Mas isso não poderia estar mais incorreto!

Ter um tempo sem estudos e focado na sua diversão, em sair com os amigos, jogar online ou mesmo só assistir um filme é essencial para que o seu cronograma funcione e você não perca a motivação. Por isso, lembre-se de incluí-lo na rotina!

Como estudar melhor para o Enem? Veja 5 dicas!

Agora que você já tem um bom cronograma de estudos para o Enem, chegou a hora de colocar a mão na massa. Para te ajudar a estudar para essa prova tão importante, separamos 5 dicas principais. Confira!

1. Tenha um local de estudos

É verdade: não é todo mundo que consegue ter um escritório ou um quarto, mas, para se preparar melhor para o Enem, é fundamental ter um espaço para os estudos. O ideal é que ele seja bem iluminado, silencioso e livre de interrupções.

Se você não tem um espaço como esse na sua casa, uma opção é procurar por bibliotecas públicas e por salas vazias na sua escola ou em ambientes que você já frequenta.

O silêncio, a luz e a ausência de distrações ajudam na concentração e fazem com que o seu tempo de estudos, ainda que curto, seja mais eficiente.

2. Separe um tempo diário para os estudos

Para estudar para o Enem, é necessário se dedicar todos os dias. Criar uma rotina de estudos faz com que esse processo seja menos penoso para os estudantes — principalmente para aqueles que têm outras responsabilidades.

Por isso, pense bem na sua rotina e abra um espacinho para a dedicação exclusiva  dos conteúdos que precisam ser revisados ou aprendidos.

3. Faça provas anteriores

O Enem é uma prova que segue, todos os anos, o mesmo modelo. Por isso, para estudar melhor e se preparar de verdade, fazer provas anteriores é o melhor caminho.

Dessa maneira, você entende o que a prova costuma cobrar. Isso é verdade tanto em termos de conteúdo — ou seja, que tipos de questões costumam cair —, quanto do raciocínio esperado dos alunos — isto é, como você começa a pensar na solução da questão?

Além disso, vale ter em mente que o Enem é uma prova multidisciplinar e, por isso, as suas questões nem sempre são resolvidas com fórmulas. Desse modo, fazer provas anteriores também é uma maneira de treinar a interpretação.

4. Treine para a Redação

A redação é uma das etapas mais importantes do Enem, e tem um peso próprio no cálculo das notas. Por isso, tire um tempo para fazer redações com temas antigos. Tente fazer, pelo menos, 1 redação por semana. Assim, você se habitua com o modelo e consegue ter mais confiança na hora H.

Outra dica é se manter atento aos temas de conhecimentos gerais que mais ganham destaque ao longo do ano. As chances de que eles sejam o tema da redação é bem grande!

5. Revisite o cronograma

Depois de começar a estudar, não é hora de deixar o cronograma de lado. De tempo em tempo, volte a ele e veja se aquela organização ainda faz sentido, ou se precisa ser repensada.

Desse modo, você garante que está sempre atualizando a sua rotina de estudos e se mantendo preparado para o Enem!