Categorias: Notícias Enem

Advogado explica ação sobre Redação do Enem

Segundo o advogado da Escola Sem Partido, Rômulo Nagib, a ação se baseia na Constituição

Revista Brasil apresenta a decisão que foi tomada após uma ação impetrada pelo Movimento Escola Sem Partido. As provas do Enem começam no próximo dia 5. A Assessoria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pelo certame, disse que vai aguardar a notificação oficial, para recorrer da decisão.

Segundo o advogado da Escola Sem Partido, Rômulo Nagib, a ação se baseia na Constituição, que garante a liberdade de pensamento, e o edital do Enem não faz qualquer exigência para que os candidatos ou os corretores conheçam a legislação dos direitos humanos; além disso, os temas costumam ser polêmicos, e o grau de subjetividade é muito alto. O advogado explicou que é o primeiro e mais importante deles é que eles cerceiam a liberdade de expressão dos candidatos e essa liberdade está garantida na Constituição Federal, que ninguém será privado de direitos por crença religiosa ou convicção filosófica ou política.

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), Carlos Moreira Alves, determinou a suspensão do item 14.9.4 do edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, que prevê nota zero, sem a correção do conteúdo, para a prova de Redação que seja considerada contrária aos Direitos Humanos.

O próprio edital do Enem uma vez que a liberdade de pensamento ou de opinião ela consta da declaração universal dos direitos humanos. O segundo fundamento é que esse critério ele não possui referenciais objetivos pra correção. Ele não está exigindo dos participantes, candidatos ou nem dos corretores o conhecimento e a familiaridade com a legislação referente aos direitos humanos propriamente ditos. O Inep publicou a Cartilha do Estudante, que é o Manual de Redação, e nessa cartilha o que ele entende que diz respeito aos direitos humanos.

Clique no player abaixo e ouça o Revista Brasil.

Rômulo Nagib disse que o Enem é uma prova que é aplicada em todo território nacional de forma idêntica e justamente por isso você precisa de ter muitos critérios objetivos de correção para que não haja diferentes interpretações dos corretores o que velaria o princípio da isonomia dos candidatos. Os temas do Enem são muito polêmicos, apenas para citar alguns dos últimos 5 anos: o ano passado foi combate à intolerância religiosa; em 2015, violência contra a mulher; em 2012, movimento imigratório, perceba que os temas são polêmicos, por mais bem escrita que uma redação pode ser e até conforme os direitos humanos, propriamente dito, essa redação pode vir a ser anulada se o participante tiver a má sorte que um corretor mais sensível pode considerar contrária a valores como cidadania, liberdade, solidariedade.

*Com informações da Revista Brasil

Redação

Aqui no vocênoenem você encontrará respostas para as dúvidas mais frequentes dos candidatos sobre o ENEM, ficando por dentro de todos os detalhes.

Deixe um comentário
Compartilhar
Publicado por

Posts Recentes

Prazo para envio de foto do Enem foi prorrogado

Após diversas reclamações de problemas para carregar a foto no site do Exame Nacional do… Leia mais

7 dias atrás

Mais de 500 mil inscritos no Enem 2020 são treineiros

Dos mais de 5,7 milhões de inscritos para o Enem, mais de 500 mil são… Leia mais

2 meses atrás

Enem será aplicado em janeiro de 2021

O Exame Nacional do Ensino Médio edição 2020 já tem data marcada para acontecer! A… Leia mais

4 meses atrás

Já escolheu as datas do Enem 2020?

Após o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio 2020, o Enem, o Inep lançou… Leia mais

4 meses atrás

Enquete Enem 2020: Novas Datas do Enem 2020

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, já têm disponível as datas… Leia mais

4 meses atrás

Enquete do Enem será entre 20 e 30 de junho

O Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, confirmou a realização da… Leia mais

4 meses atrás