Mais da metade dos inscritos garante abstenção recorde no primeiro dia do Enem 2020

O primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, foi marcado pelo recorde de abstenções já registrado no exame desde o início de aplicação. Mais da metade dos estudantes que se inscreveram faltaram nesse primeiro domingo de provas. Segundo divulgação do Ministério da Educação, em entrevista dada pelo Ministro Milton Ribeiro, 2.842.332 não compareceram, representando 51,5% do total de inscritos. Esse percentual em 2019 havia sido de pouco mais de 23%.

O segundo dia de provas será no próximo domingo, 24, onde serão aplicadas as provas Ciências da Natureza e 45 de Matemática, contendo 45 questões de múltipla escolha cada uma. Os portões serão abertos meia hora antes do previsto, e a as provas terão duração de 5h.

Problemas com superlotação

Outro problema relatado pelos participantes do Enem está relacionado a superlotação das salas, o que ocasionou no impedimento de alguns candidatos em realizarem as suas provas. Segundo declarou o Ministro da Educação: “Claro que, no meio dessa pandemia, houve alguns ruídos, dificuldades, que vão ser averiguados”, afirmou. Os candidatos que se sentiram prejudicados por essa situação, poderão solicitar a reaplicação das provas, e cada caso será analisado pelo Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, autarquia responsável pela aplicação do Enem.

A reaplicação ocorrerá nos dias 23 e 24 de fevereiro para os candidatos que apresentaram algum sintoma de doença infectocontagiosa ou teve algum problema de infraestrutura como a falta de energia elétrica e a própria superlotação das salas. Porém vale lembrar que, a reaplicação relacionada a superlotação, será analisada em relação aos casos em que o candidato foi impedido de realizar a prova.

Aplicação foi considerada um sucesso

Mesmo com todos os problemas e o número recorde de abstenção, o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o presidente do Inep, Alexandre Lopes, consideraram a aplicação do Enem um sucesso. O prazo para solicitar a reaplicação das provas foi alterado e estará disponível entre 25 e 29 de janeiro na Página do Participante. O número divulgado neste domingo foi de que 5 mil alunos haviam pedido a replicação com a alegação de estarem doentes.

Deixe seu Comentário